Posts com Tag ‘castanha do pará’

bolo de banana com castanhas brasileiras

abril 22, 2013

Sempre amei bolo de banana, ainda mais com a cobertura caramelizada como essa. Dessa vez resolvi fazer uma variação de um bolo que eu já postei aqui, só que agora com um gostinho a mais: castanha de caju e castanha do pará, ambas grosseiramente picadas dentro da massa do bolo. Ele continuou fofinho mas ganhou um gostinho especial.

bolo_banana_01

/ 4 bananas prata

/ 150 g de açúcar mascavo

/ 220g de açúcar cristal ou refinado

/ 130g de farinha de trigo

/ 70g de castanha de caju

/ 70g de castanha do pará

/ 2 ovos

/ 120ml de leite

/ 50g de manteiga em temperatura ambiente

/ 2 colheres (chá) de fermento em pó

Preaqueça o forno a 180ºC. Coloque 150g do açúcar cristal ou refinado dentro da fôrma. Nela mesmo faça o caramelo, deixando derreter o açúcar em cima da chama do fogão. Dá um pouco de trabalho mesmo. Com ajuda de uma colher esparrame todo o caramelo pela fôrma. Fatie duas das bananas e esparrame-as uma ao lado da outra sobre o caramelo, para formar uma camada fina que passa por toda a fôrma. Tente fazer fatias finas. Reserve.

Pique com uma faca as castanhas. A ideia é ser pedacinhos meio grosseiros. Pequenos, mas pedaços. Se bater no liquidificar ou processador as castanhas virarão farinha. Na batedeira, junte a manteiga com o açúcar mascavo e o restante do açúcar cristal ou refinado. Bata até formar um creme. Adicione os ovos e o leite. Amasse as 2 bananas restantes e junte à mistura também. Por último coloque a farinha de trigo, o fermento e as castanhas picadas. Misture bem.

bolo_banana_02

Coloque a mistura na fôrma, em cima da cobertura de banana e leve pra assar por cerca de 40 minutos ou até que você enfie um palito e ele saia limpo. Desenforme o bolo ainda quente pro caramelo não grudar.

PS.: na foto fiz o dobro dessas medidas da receita porque precisava fazer um bolo bem grande, desses de vó. Se for usar fôrma redonda com furo no meio, provavelmente precisará de uma banana a mais para cobri-la. É mais fácil fazer em fôrma de bolo inglês, fica bem numa fôrma de 30cm x 11cm.

bolo_banana_03

rendimento \ 1 bolo de cerca de 10 fatias

tempo de preparo \ 30 minutos + 40 minutos no forno

dificuldade \ média

imagem_ouvindo

fotos / Fabrice Reveilhac

casulo de castanha do pará com ricota, salsão e bacon

fevereiro 7, 2011

Há algumas semanas, uma amiga que mora na Itália passou alguns dias no Brasil e por isso quis fazer um jantar “abrasileirado”. Não queria simplesmente fazer coisas típicas como feijão tropeiro, pão de queijo, que são muito gostosos mas que essa amiga poderia comer em qualquer lugar estando em Belo Horizonte. Então resolvi pegar alguns ingredientes bem tradicionais daqui (até um pouco clichês), mas que ela pudesse ter um jantar gourmet que tivesse entrada, prato principal e sobremesa com nosso grupo de amigos de faculdade.

Vou começar hoje postando a entrada:

:: 200g de ricota

:: 100g de parmesão ralado grosso

:: 50g de castanhas do pará picadas grosseiramente

:: 50g de salsão picado

:: 6 fatias finas de bacon

:: azeite

:: 3 colheres de sopa de manteiga derretida

:: cebolinha picada a gosto

:: sal, pimenta do reino e noz moscada a gosto para temperar

:: cerca de 150g de massa filo (você vai precisar de 6 lâminas de mais ou menos 30×20 cm)

Amasse a ricota com um garfo e misture o parmesão, as castanhas picadas, o salsão e a cebolinha. Tempere com pimenta do reino, sal e noz moscada e jogue um fio de azeite só pra ajudar a ligar bem os ingredientes. Não exagere no azeite! Reserve.

A massa filo é encontrada em supermercados (aqui em Belo Horizonte infelizmente só consigo encontrar no Verdemar). Fica na sessão de congelados, junto da massa folhada. É uma massa bem fina, muito utilizada pra fazer strudel. Costuma vender em caixas de 300g. Deixe descongelar ao ar livre e desenrole, cortando os retângulos como na imagem.

Pincele manteiga derretida por toda a extensão da massa e disponha uma fatia de bacon e três colheres de sopa cheias de recheio. Dobre formando um envelope. Na imagem eu detalhei por onde começar dobrando, em 1, 2 e 3. Depois desses passos é só ir enrolando até virar uma trouxinha mesmo. Pincele manteiga por cima e disponha numa assadeira. Leve para assar por cerca de meia hora. É só olhar quando ele estiver dourado e a massa em cima estiver rígida, crocante. Pode servir puro ou senão com um pouco de algum molho. Servi com um pouco de geléia de damasco diluída em água.

Para prato principal servi uma massa da masseria: Agnolotti de Carne de Sol e Abóbora com molho de Tomate Rústico. A sobremesa eu conto amanhã. Até lá, e em quanto isso: CHEERS!

Eu, Alfredo, Bela, Babi, Lulu e Ito.

Porções: 6

Tempo de Preparo: 45 minutos

Dificuldade: fácil