molho de tomate rústico

Quem conheceu esse blog há menos tempo talvez não conheça de onde ele nasceu: foi quando eu fazia massas frescas pra vender. Meu pequeno negócio se chamava Masseria, e o slogan era “moldando porções de afeto”! Por incrível que pareça meu best seller não era uma massa, e sim o meu simples molho de tomate rústico. Enrolei muito pra dar a receita dele, e não há muitos segredos, mas são os pequenos detalhes que fazem dele um sucesso. Aproveite e faça uma boa quantidade e, se quiser, deixe congelado por até 3 meses.

molho_tomate_rustico_01

3 kg de tomate andrea

1 cebola roxa grande

520 g de polpa de tomate (uma caixa)

um ramo de manjericão

azeite

sal

2 pimentas dedo de moça frescas

molho_tomate_rustico_02

Começo a receita falando sobre os tomates: é importante que eles estejam madurinhos, bem vermelhos e suculentos. Caso quando comprar não encontrar assim, deixe uns dois dias fora da geladeira para que eles fiquem mais no ponto. Ferva bastante água numa panela grande. Enquanto isso pegue a ponta de uma faca e faça um X na extremidade oposta do talo dele. É só com a ponta da faca, rasgando a pele. Faça em todos, como na imagem acima. Pegue um bowl e encha de água fria e deixe ao lado do fogão. Quando a água ferver, mergulhe os tomates, mais ou menos 4 ou 5 por vez, o quando sua panela comportar. Deixe eles por cerca de 30 segundos ou um pouco mais. O importante é que a pele comece a desgrudar. Retire da água e mergulhe na água fria. Assim fica fácil de retirar toda a pele. Faça isso com todos os tomates.

molho_tomate_rustico_03

Pique-os grosseiramente, com semente e tudo. É por isso que eu o chamo de molho rústico. Se preferir retire as sementes e pique menor. Pique a cebola em cubinhos. Refogue-a em uma panela grande com um pouco de azeite. Deixe dourar bem. Junte os tomates, mexa um pouco e coloque em fogo médio. Junte a polpa de tomate. Vou explicar aqui o porque uso uma caixinha dessas: O molho só com tomate não fica tão vermelho e não fica também com aquele aspecto aveludado do molho. Pra mim faz uma diferença boa colocar. Se quiser use de outra forma, bata um pouco do tomate, etc. Foi a forma que melhor encontrei pro meu molho (que fazia um sucesso danado). Deixe cozinhando em fogo médio. Enquanto isso prepare a pimenta. Retire as sementes e pique toda a parte vermelha em pedaços bem pequeninos. Jogue sobre o molho e misture. Lave o manjericão, solte todas as folhinhas descartando o caule. Reserve. Não é preciso cozinhar muito o molho, eu costumo deixar cerca de 20 minutos. Tempere com sal e prove o sabor. Se preferir mais apimentado coloque mais pimenta. Desligue e só então coloque o manjericão, as folhas inteiras mesmo (molho rústico!). Misture e está pronto! Não é difícil de fazer nem tem nenhum grande segredo.

molho_tomate_rustico_04

rendimento cerca de 2,5 kg de molho – muito da água do tomate seca no cozimento – o que serve pra mais ou menos 2,5 kg de massa também

tempo de preparo 1 hora e 30 minutos

dificuldade média

imagem_ouvindo

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=r75BFcH4u2k]

Fotos do preparo por Guilherme Poulain e do prato final por Gianfranco Briceño

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>