carta amarela #87 – amor e paixão

carta amarela #87 – amor e paixão

Belo Horizonte, 30 de julho de 2014

Queridos amigos,

Do que mais ouço falar de um amor morrer é a comodidade. Talvez seja por isso mesmo que a maioria dos filmes termine ali mesmo, quando o casal consegue finalmente junto e entre numa vida “entediante”. É como se não houvesse mais nada a se contar a partir dali.

É interessante como pra gente o que a gente sente mesmo são os extremos: aquele amor por aquela pessoa impossível; quando amamos de forma desesperada aquele que nos deixou; o …

leia mais →

septime

septime

Tem bastante tempo que eu ensaiava escrever aqui sobre o Septime, um restaurante bem simpático de Paris que tem se tornado cada vez mais um lugar difícil de se conseguir uma mesa. A fama dele começou quando entrou em 2012 na lista dos 50 melhores restaurantes do mundo, mas ficou ainda mais famoso depois que fotografaram Beyoncé praticamente só comendo lá quando vai a Paris.

 

Nessa hora você pode estar pensando: Mas deve ser um restaurante caríssimo, não? E não é. Não é também barato, mas tem …

leia mais →

torta de paçoquinha cremosa e chocolate

torta de paçoquinha cremosa e chocolate

Lembram que eu disse na receita de paçoquinha cremosa que estava doido pra criar algum doce usando ela? Então, combinando com chocolate e uma massa feita também com paçoquinha acabei fazendo uma torta bem gostosa:

> massa

160g (1 1/3 xícara) de farinha de trigo

100g (1/2 xícara) de manteiga sem sal

60g (4 paçoquinhas) esfareladas

1 gema de ovo

3 colheres (sopa) de água

> recheio

1 receita …

leia mais →

hambúrguer com geleia de bacon – o chef e a chata

hambúrguer com geleia de bacon – o chef e a chata

Toda vez que me perguntam meu prato preferido, já digo de cara: hambúrguer! Muita gente acha estranho, mas acho que sempre foi meu prato preferido. É engraçado como toda cidade que vou no mundo descubro algum lugar legal pra comer hambúrguer. Sempre tem quem diga: Mas hambúrguer você come em casa! Pra mim não importa, só sei que a vida seria bem menos legal sem eles. Mas se “hambúrguer a gente come em casa”, quando o faço, adoro fazê-lo pra ficar muito bom mesmo, e …

leia mais →

carta amarela #86 – bagagens

carta amarela #86 – bagagens

Belo Horizonte, 23 de julho de 2014

Queridos amigos,

Certa vez alguém me contou uma historinha, dessas que servem como metáforas pra vida: Dois monges atravessavam uma floresta até que encontraram um rio. Um mais velho e um mais novo. Uma mulher estava ali e tinha dificuldades de atravessar o rio. O mais velho a colocou sobre os ombros e a ajudou a atravessar. Passado isso, os monges continuaram seu caminho, e o mais velho percebeu que o mais novo estava inquieto e perguntou: “O que inquieta …

leia mais →