fettuccine com frango e aspargos

O tema de hoje é frango, e quis mostrar como é que eu o costumo fazer quando preciso fazer frango desfiado pra qualquer coisa. Seja salpicão, seja pra guardar um pouco num potinho na geladeira e fazer sanduíches quando bate uma fome… Preciso dizer que a Lu adorou e desde que gravamos o episódio no fim do ano passado ela já fez várias vezes. A ideia no programa era essa né? Ensinar algumas dicas assim. o frango fica bem saboroso dessa forma que ensino e é incrivelmente fácil de fazer.

fettuccine_aspargos_01

E aí vem a grande receita do episódio. Eu já havia dado essa receita aqui, é uma receita de família, uma receita da minha tia Silvia, que eu adaptei um pouco. Pra mim sempre vai ter gostinho de infância, mesmo que em Lavras (onde nasci e morei até os 18 anos) só se achasse o aspargos em conserva. Dá pra fazer de qualquer forma, o sabor do aspargos é realmente especial nessa receita. É dessas que eu recomendo de olhos fechados de tão gostosa, e ainda dá pra fazer com antecedência e guardar na geladeira por alguns poucos dias (ou mesmo congelar pra ter a mão – até uns 3 meses). É ideal pra aquele jantar que você quer convidar os amigos e não passar nada de tempo na cozinha, pois o prato já está pronto e é só assar por uns 20 minutos.

Para o frango cozido e desfiado:

1 kg de peito de frango com osso e pele

4 dentes de alho

sal a gosto

200 ml (3/4 de xícara) de vinho branco

Faça uma pastinha amassando o alho com um pouco de sal, e a esparrame por debaixo da pele do frango, temperando bem a carne. Numa assadeira pequena disponha os frangos e coloque o vinho branco. Se quiser coloque também uma cebola sem a casca cortada em 4. Cubra com papel alumínio e leve ao forno por 1 hora. Deixe esfriar um pouco, retire a pele e desfie. Prove o sabor do frango já desfiado, se precisar adicione um pouco mais de sal e regue com um pouco do caldo que ficou na assadeira pra manter o frango úmido. Mesmo que eu não vá usar todo o frango, eu o guardo pra fazer outra coisa, costumo já aproveitar pra assar ao menos 1kg de uma vez, algumas vezes até deixo congelado pra quando estiver em um dia com pouco tempo pra cozinhar.

fettuccine_aspargos_02

Para a receita do dia:

250 g de macarrão (sugestão: fettuccine!)

300 g de frango cozido e desfiado

1 maço de aspargos frescos (ou 1 vidro de aspargos em conserva)

240 g (1 xícara) de creme de leite

250 g (1 copo) de requeijão cremoso

1 cebola

2 colheres (sopa) de manteiga

sal a gosto

noz moscada a gosto

cebolinha verde a gosto

150 g (2 xícaras) de queijo parmesão ralado

Descasque a cebola e corte-a em rodelas. Prepare os aspargos: Corte a parte esbranquiçada e dura (geralmente uns 2 a 3 dedos) e descarte-a. Separe a parte da “flor” (gosto de usar pra decoração). O resto pique em rodelas. Pique a cebolinha bem pequena também. Refogue a cebola na manteiga até ela ficar transparente e macia. Junte os aspargos e refogue rapidamente. Bata isso com um mixer ou liquidificador, juntando o creme de leite e o requeijão. Volte para a panela e tempere com sal e noz moscada a gosto. Fica um líquido levemente esverdeado. Se for usar o aspargos em conserva bata diretamente no liquidificador, não é necessário nenhum preparo e nem refogar. Reserve esse molho.

Cozinhe o macarrão na METADE do tempo indicado no pacote. Isso é importante porque ele vai terminar de cozinhar no forno. Faça a montagem em um pirex: molho, massa, frango desfiado, cebolinha picada, queijo ralado. Faça duas ou três camadas e termine com bastante queijo e as “flores” do aspargos enfeitando. Se estiver fazendo com antecedência, pare por aqui. Cubra com filme plástico e mantenha na geladeira. Na hora de assar não precisa cobrir com nada, deixe gratinar. São cerca de 15 a 20 minutos em forno alto. Não passe disso pra massa não ficar muito cozida! Basta o molho ferver um pouco e o queijo dourar. Abra um vinho tinto e voilà, uma excelente refeição.

fettuccine_aspargos_03

PS.: Fica bom deixando alguns pedaços dos aspargos inteiros também.

rendimento 2 a 3 porções

tempo de preparo 15 minutos + 1 hora de forno (o frango!) / 30 minutos + 20 minutos de forno (o prato!)

dificuldade baixa

imagem_ouvindo

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=pfACIxjsuu0]

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×
  • Juliana diz:

    Gui, o creme de leite é o fresco ou pode ser o de caixinha??
    Posso trocar o fettuccine por qualquer massa?? ou é melhor que seja uma massa “longa” tipo spaguetti…
    obrigada pela atenção..

    • gpoulain diz:

      eu uso o fresco, mas já usei o de caixinha antigamente e fica bom também. pode trocar por qualquer massa de fita, ou seja, spaguetti, tagliatelli, pappardelle… todas essas ficam ótimas. :)

      • Juliana diz:

        Fiz a receita ontem mesmo… mas na hora que fui pegar o celular pra tirar a foto, metade da travessa já tinha sido devorada pelo namorado, irmão, cunhado… ai ficou só um pouco e não tava mais tão apresentável que nem na hora que saiu do forno… :(
        Mas é uma receita deliciosa… certeza que vou repetir muitas vezes… até mesmo pela facilidade…
        aliás, eu coloquei uma cebola junto com o frango… ai para não desperdiçar, coloquei ela para bater também (junto com o restinho do vinho)… ficou muito bom também…
        Aguardando ansiosamente a próxima segunda…
        bjos

  • Delíciaaa!! VOU TESTARRRRR! <3

  • Silvia Celani Sallea diz:

    Adorei as “adaptações”, se antes era bom, agora parece que ficou delicioso e mais fácil de fazer, adorei e vou fazer este fim de semana ! Parabéns Guigui e Lu, O Chege e a Chata cada dia melhor! Beijo pra vocês e sucesso sempre.

  • alice diz:

    Concerteza vou fazer! Simplesmente ta arrasando! Estou fazendo todas as receitas e uma melhor do que a outra! O brigadeiro de kit kat teve várias repercussões rs parabéns!

  • Estou amando essa série! A um ano atrás eu falava que odiava cozinhar, hoje arrisco algumas coisas bem simples, mas vocês estão me inspirando a tentar algo mais “profissa” na cozinha! HAHA
    Uma dúvida, esse prato pode ter alguma outra coisa de acompanhamento?

  • Lara Ribeiro diz:

    Que lindo prato e saboroso tambem… Vou fazer na quinta-feira Gui, daí posto aqui o resultado, que com certeza será uma delícia… Outra coisa me passa seu e-mail para encomendas por favor!!

  • Meline diz:

    Gui, adorei! Pena que aqui na minha cidade (Fortaleza) é difícil de achar aspargos.. Poderia substituir por outro legume? Ah, você poderia fazer um “na prática” sobre macarrão, cozimento e tal 😉 beijos

    • gpoulain diz:

      obrigado pela ideia! você não encontra o aspargos em conserva não? digo isso porque vim de uma cidade pequena e minha família sempre encontrava por lá em conserva pra fazer. de toda forma sugiro fazer sem legume algum e colocar ervinhas como cebolinha, salsinha e sálvia pra saborizar, fica ótimo também. :)

  • Letícia R. diz:

    Gui, a pergunta é fora do assunto do post, mas fiquei em dúvida se você veria/responderia se eu colocasse em outro lugar, então desde já peço desculpas pela inconveniência.

    Minha bebê será batizada no próximo sábado e decidi moldar afeto pra ela. Estou tããão feliz só de pensar nisso!!! :)
    (tudo bem que ela tem só 5 meses, portanto não vai comer o bolo haha, mas um dia vai ver as fotos e vai saber que a mamãe pôs a mão na massa com todo carinho)
    Depois da celebração, vamos almoçar em família e eu mesma vou fazer um bolo – o gordo de chocolate, eba! Acontece que será no fim da manhã de sábado e, amadora que sou, tenho medo de deixar tudo pro dia e não dar certo! Será que posso preparar o bolo na sexta, guardá-lo na geladeira (não tenho uma vasilha que comporte um bolo inteiro e possa ficar bem tampadinha do lado de fora, a salvo das formigas…) e apenas terminar a montagem no sábado? Alguma dica pra fazer isso tudo dar certo?

    Obrigada, bjos! Letícia.

    • gpoulain diz:

      ah, que gracinha que vai fazer isso! :)

      deixe ele todo pronto na sexta, Letícia! uma dica: faça uma calda pra deixar o bolo úmido (a geladeira resseca bolo): coloque numa panela 1/2 xícara de açúcar e 1 xícara de água. mexa bem e deixe ferver, só pro açúcar dissolver ali, é bem rápido e ela é bem ralinha mesmo. na hora de montar o bolo, pincele um pouco de calda nele (nada demais pra não ficar molhado, só umedecer). vá recheando o bolo e só pincele nele quando ele já estiver no lugar da camada, sabe? depois cubra bem o bolo com a ganache, se precisar aumente a quantidade dela. aí pode deixar o bolo de sexta pra sábado prontinho na geladeira. ele fica até mais gostoso assim.

      beijos!

      • Letícia R. diz:

        Ai, que ideia boa! Sabia que você teria uma dica salva-vidas pra me dar! Muito obrigada. Darei notícias! Bjos!

      • Letícia R. diz:

        Gui, o bolo foi um sucesso! Todo mundo achou lindo, fofo, saboroso! Coloquei um anjinho no topo e enfeitei com umas florezinhas brancas de biscuit que encontrei na Maria Chocolate. Pro meu gosto, ficou um pouco seco. Não sei se foi a geladeira (a do lugar em que almoçamos era fortíssima! Chegou a se formar um gelo sobre a ganache que estava na base do bolo, na bandeja!) ou a linda da minha batedeira que deu piti e me deixou com um batedor só no meio do processo! Usei um bowl de inox e as claras acabaram não ficando em neve, daquele jeito que a gente vira e não cai… ou será que a manteiga não ficou do jeito certo, mesmo eu tendo deixado um bom tempo fora da geladeira? Mas a ganache ajudou a deixar mais molhadinho e esse bolo marcou um dia muito especial e feliz pra gente. Muito obrigada por tudo! Bjos!

        • gpoulain diz:

          ah! arrasou! imagino que tenha ficado muito bonito mesmo! na próxima você pode umedecer mais um pouco, é difícil eu te falar uma quantidade certa porque é algo que aprendi a fazer no feeling mesmo, sabe? mas a gente vai pegando isso fazendo e com a prática. uma geladeira muuuito gelada assim também não é o ideal, mas a gente vira com o que tem e acontece o mais importante: você fez algo especial pra um dia especial. isso vale mais do que um bolo perfeito! beijo!

  • Chris diz:

    Deliiiiicia!! Vou fazer! 😉 Eu sempre desfio o frango com dois grafos tambem ><
    Te adoro!
    Bjos

  • Thaísa diz:

    Oi Gui!
    Adoro seu site, suas receitas, aquarelas, dicas… Estou amando o Chefe e a Chata também! Fiquei com água na boca com essa receita, e achei perfeito poder deixar pronta e só colocar no forno quando os convidados chegarem. E não precisa de acompanhamento

    • gpoulain diz:

      ei Thaísa, tudo bem?
      quando morei fora eu sempre substituía o requeijão por cream cheese, aí em Paris é o fromage blanc né? cheguei a fazer coxinhas de frango com fromage blanc quando morei por aí. haha. beijo!

      • Thaísa diz:

        Aiii que bom que dá pra trocar pelo cream cheese / fromage blanc, sempre fico na dúvida e acabo nunca fazendo receita que leva requeijão! Adorei, obrigada Gui!!

  • Oi, Gui! Fiz essa receita no almoço de hoje – e ficou um espetáculo! Aqui em casa já éramos fãs do creme de aspargos, mas não imaginei que esse fettuccine fosse tão maravilhoso!
    Fiz duas pequenas alterações: cozinhei o frango na panela de pressão e aumentei um pouquinho a quantidade de massa (400 gramas). Ah! Também acrescentei cominho ao creme. Ficou muito bom!
    Parabéns pela delícia que é o seu blog!
    Beijos!

  • Alice diz:

    Gui! Estou adorando as receitas! Se eu for fazer esse prato para 2 casais, sendo um prato único, devo fazer a receita dobrada? Obrigada por ajudar!!! Bjãooo

  • CAROL diz:

    Gui!!! Fiz o frango cozido pra desfiar do jeito que vc ensinou…Ficou tão melhor, tão melhor do que refogar, jogar água quente e caldo de galinha e por na pressão que me deu vontade de cantar aquela música: “nobody does it better, makes me feel sad for the rest, nobody does it, half as good as you, BABY YOU´RE THE BEST!” Muito obrigada, mudou a minha vida!! Rs

  • Verônica Lima diz:

    Gui o vinho branco é tinto ou suave?

  • Carol diz:

    Querido Gui,
    Desde que “te descobri” você veio se tornando aos pouquinhos meu muso da culinária. Simples, elegantes, práticas e deliciosas, já fiz mais de 15 receitas do seu site. O SEU Cheesecake de Nutella virou entre amigos o cheesecake da Carol, só pra vc ter uma idéia,rs. Semana passada arrasei no almoço de sábado com as costelinhas e o cuscuz. Hoje é dia de fettuccine aqui em casa. Passei no site pra checar a receita e não resisti em lhe deixar um pouquinho do meu afeto. Beijos, Carol

    • gpoulain diz:

      hahahaha! que bonitinho ser chamado de “muso”! :)

      e que delícia saber que já fez com sucesso tantas receitas minhas! eba! adorei que deixou um pouquinho de afeto aqui. beijinhos.

  • […] então, massa! O fettuccine com aspargos e frango que é uma receita de família é dos preferidos por aqui. Tem também a clássica pasta alla […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>