mil-folhas

mil-folhas

Semana passada me chamaram pra dar uma receita no caderno Gastrô, do jornal O Tempo. O tema? Culinária clássica francesa. Quis fazer essa receita, que tem cara de difícil mas que na verdade é bem simples de fazer se você utilizar massa folhada comprada pronta. Basta fazer um creme de confeiteiro bem gostoso e pra finalizar, servir no prato com uma caldinha de morangos. Fica com cara de sobremesa de restaurante, é desses doces bem levinhos e pouco açucarados, ótimo pra servir depois de um jantar bem gostoso ou mesmo depois de um almoço em tempo quente, bem gelado.

milfolhas_02

massa:

400 g de massa folhada

1 gema de ovo

 

creme de confeiteiro:

2 ovos

500 ml (2 xícaras) de leite

50 g (6 colheres de sopa) de farinha de trigo

125 g (3/4 de xícara) de açúcar

1 fava de baunilha ou 2 colheres (chá) de extrato de baunilha

4 colheres (sopa) de manteiga

 

coulis de morango:

300 g de morangos

suco de 1 limão

100 g (1/2 xícara + 2 colheres de sopa) de açúcar

açúcar de confeiteiro para polvilhar

Comece preparando o creme: Coloque o leite numa panela. Faça um corte com a ponta da faca na fava de baunilha, abrindo-a por todo o comprimento. Retire todas as sementinhas e coloque no leite. Coloque também a fava em si e leve para ferver. Se não usar a fava, coloque no leite as duas colheres (chá) de extrato de baunilha. Enquanto o leite aquece, quebre os ovos numa tigela e misture com a farinha de trigo e o açúcar. Reserve. Assim que o leite ferver, desligue e despeje a metade dele no bowl com os outros ingredientes misturados. Misture bem e volte essa mistura para a panela. Ligue o fogo de volta e cozinhe até que o creme engrosse, mexendo sempre – é importante mexer o tempo todo pois é fácil agarrar e queimar no fundo da panela. Desligue, misture bem a manteiga. Coloque numa vasilha, cubra com filme plástico e leve para gelar.

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Divida a massa folhada em três retângulos iguais. Se quiser fazer porções individuais como a da foto, corte 18 pequenos retângulos. Coloque em uma (ou mais) assadeira, pincele com a gema de ovo e leve para assar por cerca de 25 minutos ou o tempo indicado na embalagem da massa. Para o coulis: Lave, retire os cabinhos dos morangos, pique-os grosseiramente e coloque-os numa panela. Misture com o suco de limão e o açúcar. Deixe cozinhar por cerca de 10 minutos. Bata tudo com um mixer, processador ou liquidificador. Montagem: Coloque uma camada de massa para formar a base. Com uma colher, espátula ou com o auxílio de um saco de confeitar, esparrame metade do creme de confeiteiro. Cubra com outro retângulo de massa. Coloque a outra metade do creme. Termine com a última parte da massa. Polvilhe açúcar de confeiteiro por cima de tudo. Sirva a seguir, junto ao coulis.

milfolhas_03

Prato: Porcelana Real

Peneira de Inox: Tool Box

Guardanapo de florzinhas: Tok & Stok

Talher e Taça: acervo

pra_cozinhar_ouvindo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×
  • ELDA SANTOS diz:

    Olá, Gui!

    Sou sou leitora há um tempo e sempre que tenho oportunidade, me “aproprio” de suas receitas. Elas são uma delícia!
    Quero fazer essa sobremesa para meus sobrinhos, mas não entendi o que fazer com a outra metade do leite fervido. Depois de misturar metade do leite com a mistura de ovo, trigo e açúcar, devo colocar tudo de volta na panela com a outra metade que sobrou?

  • Jéssica Faria diz:

    Olá Gui!!!
    esta será a “minha” sobremesa para a família no dia de reproduzir também a receita de bacalhau que você postou, delícia! :) Adoooro as suas receitas e seu blog. Parabéns! :)

  • Valencia diz:

    Olá Gui,

    Sempre que uso essa massa folhada pronta, ela não estufa e não fica bonita como a sua da foto.
    Tem algum segredo? temperatura do forno, colocar papel manteiga na assadeira pra não grudar?

    Obrigada!!
    Valencia

    • gpoulain gpoulain diz:

      Oi Valencia, tudo bem?

      Normalmente eu coloco diretamente na assadeira. Dois segredos: nunca abrir a massa, eu sempre coloco ela na assadeira exatamente como ela vem, no máximo eu corto ela no tamanho que preciso, sabe? Outra coisa é na hora de pincelar a gema de ovo não deixar respingar nem passa o pincel de forma alguma na lateral da massa. Isso “cola” a massa, impedindo ela de abrir muito.

      Um abraço!

  • Celia diz:

    Oi.
    Em primeiro lugar, parabéns demais por seu blog.
    Além das receitas, a forma como você escreve, a doçura em se expressar… Muito fofo.
    Faz jus ao nome.
    Compartilho de seu sentimento em relação à comida: ela envolve sensações como conforto, memórias atávicas, amor de família, momentos que nos fizeram quem somos.
    Fico me perguntando às vezes: será que pessoa que cresceram em famílias amorosas e cercadas de carinho e reuniões em torno de uma mesa se tornam melhores cozinheiros?

    Enfim… Viajei.
    Isso tudo é só para te perguntar: o de você encontra fava de baunilha em BH?

    Obrigada.
    Beijo,
    Célia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>