bolo mármore da vovó + caderno de receitas do moldando afeto

bolo mármore da vovó + caderno de receitas do moldando afeto

Hoje mesmo me peguei comentando num post de uma amiga no Facebook sobre o quanto ainda escrevemos ou não à mão. Me lembrei de quando eu usava cadernos de receita e de como hoje, de certa forma, o blog virou o meu “caderno de receitas”. Me lembrei também que quando Lu e Leo casaram, no meio do presente coloquei um caderno de receitas, onde eu havia escrito à mão as primeiras delas – aquelas minhas que eu sabia que já faziam parte da vida deles. A maior herança que recebi da vovó Pipida foi ficar com seus cadernos de receitas. Eles são meio bagunçados – a maioria das receitas só tem os ingredientes, sem o preparo -, mas me pego ali desvendando, com os olhos cheios de água, as delícias que só ela sabia fazer. Não sei se um dia terei filhos, mas espero que alguém herde com alegria os que hoje completo, só com as receitas que mais me tocam o coração.

bolomarmore_caderno05

bolomarmore_caderno03

Foi com esse intuito que encontrei dois parceiros pra fazer um caderninho como eu gostaria: a Seccos e Molhados e toda sua sabedoria acerca de temperos e também a Libretto, que faz cadernos pedacinho por pedacinho, encaderna e costura à mão, com muito carinho. Durante os últimos dois meses desenvolvi junto à Bárbara, da Seccos, a parte de texto – o caderno tem com 30 páginas que incluem dicas práticas de cozinha e algumas receitas coringa como caldos e molhos – e a Libretto foi formatando as páginas. São mais 140 páginas para escrever até 70 receitas. Todas as páginas, assim como o blog, contam com espaço pra colocar a dificuldade, tempo de preparo e rendimento. Nelas também tem o espaço de colocar os ingredientes, modo de preparo e até algumas anotações extras. O caderninho tem capa dura e 3 opções de capa (as fotos foram feitas pela Seccos e Molhados com intervenção minha), vem com uma caneta presa e é fechado por um elástico. O lançamento acontece amanhã, quarta-feira, 02 de dezembro, de 18h às 21h na Mooca – Rua Antônio de Albuquerque, 458 – quase ali na praça da Savassi, em BH. Estarei lá e vou caligrafar na primeira página (tem um espaço “este caderno pertence à”) o nome de quem o levar ou nome de quem vai ser presenteado. Por hora o caderno tem venda exclusiva na Mooca, mas futuramente quero colocá-lo na lojinha do blog também pra quem não for de BH poder adquirir pela internet.

bolomarmore_caderno02

bolomarmore_caderno04

Estreei o meu com uma receita da minha avó, claro, e não poderia deixa de compartilhar aqui. Um bolo mármore, metade baunilha, metade chocolate. Ela não costumava colocar cobertura, mas cobri o meu com ganache de chocolate (fica bom com brigadeiro também). O que eu gosto desse bolo é o quanto ele é simples mas super saboroso por ser bem amanteigadinho.

bolo:

200 g (1 e 1/3 de xícara) de açúcar
110 g (1/2 xícara + 1 colher de sopa) de manteiga sem sal em temperatura ambiente
200 g (1 e ½ xícara) de farinha de trigo
40 g (5 colheres de sopa) de amido de milho
1 colher (sopa) de fermento em pó
2 colheres (chá) de extrato de baunilha
3 ovos
200 ml (3/4 de xícara) de leite
1 colher (sopa) de cacau em pó

cobertura:

50 ml de creme de leite pasteurizado
150 g de chocolate ao leite

Unte e enfarinhe uma fôrma (uso uma de 25 cm de diâmetro com buraco no meio). Coloque o forno para pré-aquecer a 180ºC. Peneire a farinha, o amido de milho e o fermento em uma vasilha. Reserve. Bata bem a manteiga com o açúcar para obter um creme claro. Adicione a baunilha e, em seguida, os ovos, um a um, batendo sempre – pode fazer na batedeira, mas se não tiver, faça à mão. Junte o leite pouco a pouco também, intercalando com os ingredientes peneirados, até que tudo esteja homogêneo. É uma massa mais densa mesmo. Coloque metade na forma. Na outra metade, peneire o cacau em pó e misture bem. Distribua sobre a massa de baunilha e com um garfo, dê uma ligeira misturada nas duas massas. Leve para assar por cerca de 30 minutos.

Cobertura: Pique bem o chocolate. Leve o creme de leite para aquecer. Assim que ferver, desligue e vire sobre o chocolate. Aguarde uns 30 segundos e misture bem para o chocolate derreter no creme de leite quente. Despeje sobre o bolo.

bolomarmore_caderno06

pra_cozinhar_ouvindo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×
  • Jaque Balas diz:

    Oi Gui, que ótima ideia este caderno de receitas. Adoro copiar à mão as minhas preferidas. Neste fim de semana fizemos um chá de panela para uma de ninjas irmãs e, cada convidada trouxe uma receita escrita à mão para formar o primeiro caderno de receita dela. Acho que foi o melhor presente. Ter receita da vó, tias, irmãs, mãe e amigas. Agora vou esperar o seu caderno está disponível na sua lojinha e, vou adquirir um para cada irmã , mamis e para mim claro. Beijos e sucesso

  • Daniela diz:

    Que cadernos lindos Gui, parabéns!!!
    Acho muito gostoso escrever à mão as receitas e fico feliz quando mancho sem querer as páginas do meu caderno com os ingredientes, é como se elas marcassem ainda mais lembranças, um temperinho a mais!

  • Andreza diz:

    Já quero na lojinha pra conseguir comprar. Queria morar em BH só pra poder provar seus bolos :)

  • Rodrigo Nakamura diz:

    – Adorei, Gui! Parabéns pelo trabalho!!! Ficou lindo. Quando estiver comercializando e enviando para todo o Brasil ou mais especificamente em S. J. Do Rio Preto, avisa!

  • Gui, já acho BH incrível por tudo que vejo e leio sobre aí, e ainda mais pq me parece a capital do design do Brasil. Mas olha, essa Mooca tá me deixando bem triste de não morar aí pra poder ir ver tanta coisa linda que vcs produziram. Sério, tô achando demais!
    Por favor, fica aqui minha torcida pro caderno de receitas ser vendido na sua lojinha sim, que eu já tô na fila virtual pra comprar.rs
    Adoro seu insta e sana com bastidores, e torço muito pelo seu sucesso pq acho que vc faz as coisas com uma criatividade e dedicação incríveis.
    E de novo, pensa com carinho num curso de caligrafia aqui em SP. Seria demais e eu super iria!
    Um beijo!

    • gpoulain gpoulain diz:

      haha! tem sido bem legal os movimentos que tem acontecido aqui mesmo. vai ter na lojinha em breve! sempre vejo você comentando no insta mesmo, obrigado pelo carinho, viu? um abraço!

  • Letícia diz:

    Que lindeza! Já estou esperando chegar na lojinha!

  • diz:

    Belo! Belo! Adorei o caderno!
    E essa receita de bolo… hummmm… acho que não vou resistir e vou testar no fim de semana! Bjos querido

  • Daniela diz:

    Que fofura! Já tenho o seu livro e quero este também!!!!!

  • Ana Luiza diz:

    Gui, adoro essa sua sensibilidade para resgatar coisas que infelizmente as futuras gerações não terão o prazer de desfrutar. É nas pequenas coisas que encontramos grandes valores. Olho os antigos cadernos de receita da minha casa e relembro momentos tão gostosos vividos desfrutando tantas delicias ao lado de pessoas que amarei pra sempre.

  • Dricka diz:

    Apaixonada pelo site, pelas receitas, pela ilustração, pela escrita. Enfim, por tudo! Onde você se escondia que eu não te achei antes?

  • Benedito diz:

    Oi Gui, primeira vez que entro em contato com vc diretamente. Acho super legal o jeito em que vc trata a comida, como uma lembrança querida. E te admiro muito. Ainda estou na adolescência e voce foi uns dos chefs que me despertou o amor pela a gastronomia como um todo. Vamos lá. Sempre em receita de bolo, eu pulo as que tem manteiga, pois onde eu moro so encontro a com sal, e nao sou muito adepto a margarina. Em receitas como essas de bolos amanteigados, posso usar a com sal? E sobre escrever a mão. Eu amo, tds as minhas recitas favoritas eu escrevo a mao, e guardo em uma caixa, e essa receita eu estudo ela, sobre como ela é, a técnica, modo de preparo e tal. As pessoas que moram em BH tem um enorme privilegio de poder comprar seus produtos de primeira demanda, tipo o caderno. Acho super legal que quem mora em outros lugares possam comprar seus produtos, principalmente o livro, que ja está no topo da minha lista de compras.

    • gpoulain gpoulain diz:

      oi Benedito! fico feliz que entrou em contato! comida pra mim tem que ter sentimentos envolvidos.
      pode usar a com sal. o sal chega a dar um sabor no fundinho do bolo, mas não chega a ficar salgado e nesse caso não tem problema. um abraço!

  • Alexandrina diz:

    Que ideia legal fazer um caderno de receitas assim, imagino que seja tão lindo quanto o Cartas Amarelas que tive a grata oportunidade de tê-lo autografado por vc. :)
    Ainda tenho meu caderno de receitas que comecei na adolescência, numa época que praticamente eu só fazia bolos, rsrs, mas já guardada aquelas que tinha vontade de fazer um dia. Escrevia com todo o caprichoso, com canetas coloridas, e guardava com carinho as receitas da minha avó do coração. E detestava quando minha mãe “colava” as receitas nele, porque ela tinha preguiça de escrever, rsrs. Hoje em dia apelo para a tecnologia para guardar as receitas que mais gosto, pois tenho tendinite e não consigo escrever muito, mesmo assim queria adquirir o seu Caderno de Receitas para dar de presente, espero que em breve esteja à venda no blog. Um grande beijo, Gui! :*

  • Gui, para fazer o creme claro com a manteiga à mão preciso derreter ela, certo?! Faço isso em banho maria?

    Beijos.

    • gpoulain gpoulain diz:

      não! não pode derreter. se tivesse que derreter isso estaria explicado na receita, viu? :)
      ela só precisa estar em temperatura ambiente, assim como eu peço na descrição dos ingredientes.
      um abraço, com afeto!

  • Bel diz:

    Acho caderno de receita lindos! Eu tenho um só que são com recortes de receitas que vejo em revistas e quero fazer um dia.

    beijos
    https://oladobeldavida.wordpress.com/

  • Ana Bulhões diz:

    Oi, Gui, amei sua ideia! Com certeza, caderno de receita assim, feito com afeto e à mão é outra coisa. Aqui em casa tenho cadernos de receita que fiz desde solteira, ainda na casa de meus pais, um pra Salgados, outro pra Doces, com índice e tudo. Sempre gostei de abelhar na cozinha, com as empregadas e, assim, fui montando os meus. Neles também tenho receitas anotadas pelas tias-avós queridas com suas próprias letrinhas. Hoje em dia, nos tempos dos computadores e internet, tenho um caderno de receitas digital, também, mas nunca deixei de ter o feito à mão, onde coloco somente as receitas especiais, testadas e aprovadas e que fazem parte da minha vida, como vc disse no post. É muito engraçado, porque tenho 4 filhas e desde já sei que vai haver uma briguinha pelo caderno quando ele virar herança. :-)
    Gostaria demais de poder ir a BH comprar pessoalmente o meu caderno de receitas, pra poder ter a sua linda letra somada ao enorme afeto que você põe em tudo que faz, mas infelizmente vou ter que esperar pra comprar o meu na lojinha, quando vc disponibilizar. Sorte e sucesso aí com mais esse lindo projeto!!
    Um beijo carinhoso,
    Ana

    • gpoulain gpoulain diz:

      ei Ana! que gostos ouvir sua história com os cadernos também. acho legal isso de as pessoas poderem vir contar suas histórias aqui pra mim também. :) certeza que elas vão adorar ter essas suas receitas guardadas pra vida. um outro beijo carinhoso!

  • ana paula diz:

    Gui, dia desses respondi a uma pesquisa online sobre escrever à mão. Adorei as perguntas e pedi a meu filho de 12 anos que também respondesse, imaginando que para ele tudo seria digital, aplicativos e tal. E me surpreendi: em suas respostas, ele disse adorar escrever à mão e tem vontade de melhorar sua caligrafia!
    Vou esperar um caderninho laranja aparecer aí na lojinha.
    beijo!

  • Isadora P. Campos diz:

    Gui, que delícia encontrar seu site…
    te assistia no chata de galocha e não sabia que vc tinha um site seu mas estava no Coisas de Diva vendo os links da semana delas e, ual, te achei!!!!

    Adoro suas receitas e seu jeito! vc é encantador

    beijos carinhosos

    • gpoulain gpoulain diz:

      olha só! no fim de todo episódio de O Chef e a Chata tem a marca e meu site também. que bom que descobriu! um beijo também carinhoso!

  • gui, você é incrível! adorei demais esse caderno.. quero pra mim quando tiver minha casinha :) um beijo <3

  • Arianne diz:

    Oi Gui!

    Acabei de fazer esse bolinho…. Cobri com brigadeiro kkk, mas ficou uma delícia! Bem bolinho de mãe e de vó, daquele de tomar com café da tarde! Adorei! Também espero ansiosamente poder comprar esse caderno no blog!

  • Michelle Hellen diz:

    Já correndo pra ir comprar o meu! :)

  • Mikaelly Rocha diz:

    É muito engraçado como tem pessoas que mesmo longe nos transmitem uma paz indescritível, você com certeza é uma dessas! Essa idéia, como todas as outras que você tem é de uma simpatia sem igual. Já estou louca pra venda online! Agora só uma reclamação, você precisa fazer eventos quando dá pra eu ir em BH, assim meu coração não aguenta. Kkkkk. Ficar só de longe sem poder te conhecer pessoalmente! Parabéns pelo trabalho Gui! Te adoro demais.

    • gpoulain gpoulain diz:

      hahahaha! ah, adoraria que conseguisse ser quando todos possam. em janeiro ele estará disponível para a venda sim, avisarei aqui! um abraço!

  • Antonio Silva diz:

    Olá Gui,

    Hoje experimentei o teu (ou melhor da vóvó) bolo mármore. Um dos melhores que eu já comi. O difícil que é encontrar boas receitas básicas…Sigo o teu blog há algum tempo e gosto das receitas, das cartas amarelas e principalmente das tuas ilustrações! Sou português mas vivo na França. Continua com o bom trabalho! Abraço.

  • Marina diz:

    Oi Gui! Você já tem ideia de quando vai vender online?? Porque não moro mais em BH e estou precisando muito de um livro de receitas!!! E amei esse <3

    Beijos!!

    • gpoulain gpoulain diz:

      ei Marina! como é uma co-produção, só conseguimos nos acertar por agora sobre a venda online. estnao sendo produzidos pra eu poder vender pelo site em breve, talvez no fim de março ou em abril! beijo!

  • Aurelia Magaia diz:

    Amei
    Vou experimentar

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>