quibe

Aqui em casa sempre amamos comer comida árabe. Quando eu era pequeno tínhamos uma ajudante (a Angélica, querida, que trabalhou tantos anos com a gente!) que tinha trabalhado antes numa casa de descendentes sírios e sabia fazer muito bem de tudo. Com ela aprendi a fazer quibe, e fui dando meus toques também com o passar do tempo. Adoro pra tira gosto, com uma cervejinha gelada do lado!

quibe_01

massa

/ 500 g de trigo para quibe

/ 300 g de carne moída (costumo usar patinho moído)

/ 1 cebola pequena

/ 1 colher (chá) bem cheia de sal

/ 1 pitada de pimenta caiena

/ 1 pitada de noz moscada

/ 1 pitada de páprica picante

/ 1 maço pequeno de hortelã

/ óleo para fritar os quibes 

recheio

/ 150 g de carne moída (uso patinho também)

/ 2 colheres (sopa) de manteiga

/ 1 cebola

/ 1 pitada de pimenta caiena

/ 1 pitada de canela em pó

/ sal a gosto

Deixe o trigo de molho em água fria por cerca de 30 minutos. Enquanto isso, pique bem a cebola e o hortelã. Escorra a água do trigo e esprema bem com as mãos pra tirar todo o excesso. Misture com a cebola, a carne e os temperos todos da massa. Bata num processador ou liquidificador essa mistura, por partes, para que fique uma massa mais lisa e homogênea. Coloque em uma vasilha, cubra com um pano de prato e deixe na geladeira por 30 minutos.

Enquanto isso prepare o recheio: Pique bem pequeno ou rale a cebola. Refogue-a na manteiga. Acrecente a carne e refogue bem, soltando os grãozinhos da carne. Junte os temperos e deixe cozinhar. É um processo rápido. Deixe esfriar.

Para modelar: Molhe as mãos em um pouco de água gelada. Com uma colher de sopa, pegue uma porção da massa e modele uma bolinha. Com o dedo indicador fure a bola e rode a massa na palma da mão até obter um formato parecido com o de um ovo. Nesse buraco onde estava o dedo coloque um pouquinho do recheio (cerca de uma colher de chá bem cheia) e feche a ponta. Dê uma ajeitadinha com as mãos, formando as pontinha do quibe. Frite em óleo bem quente. Sirva quente, de preferência com coalhada, limão e molho de pimenta!

quibe_02

rendimento 35 a 40 quibes médios (nem tão pequenos quanto os de festa nem tão grandes como os de lanchonete)

tempo de preparo 1h30

dificuldade baixa

imagem_ouvindo

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=e5v7mcsFCzE]

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×
  • DELÍCIA! Quero AGORA! Comofaz?

    OLHA O QUIBE!

  • loryslane diz:

    Pergunta: dá pra usar essa mesma receita pra assar? Ou tem que mudar alguma coisa? E pra comer cru? Pergunto porque AMO quibe, mas morro de preguiça de fritar as coisas! Se puder adaptar pra cru ou assado, já é! =p

    • gpoulain diz:

      Dá pra adaptar sim. Pra fazer o assado basta aumentar a quantidade de recheio (porque o frito não dá pra por muito) e fazer na forma. Adoro o cru também! Aí não precisa do recheio, mas eu coloco mais carne na massa. E aí compre a carne fresca já que vai ser cru! :)

  • Gente… chorei de rir da escolha da música!!! Mas quibe frito com cerveja pediu, né???
    Aqui em casa, rola a tradição do quibe também… mas cru, e quem faz é o marido… eu nem chego perto da cozinha! rs
    Receita de família, da avó que veio do Líbano… sensacional e totalmente imbatível até o momento…
    Com isso, a gente nunca faz nas versões frita e assada…
    Esse seu post me deu uma ótima ideia de colocar os dotes culinários do marido em ação no fim de semana! rsrs

    • gpoulain diz:

      pois é! e amo que eles dizem: “OLHA O QUIBE” no meio da música. sempre lembro dela quando como quibe. adoro tanto cru como assado também! delícia, pede pro marido fazer sim!

  • Ana diz:

    Fiz, finalmente! Ficou maravilhoso! 😀

  • […] Pra quem for ficar com amigos e quiser aperitivos pra cerveja e também pra quem só quer comer bobagem na frente da TV minha seleção: As coxinhas de abóbora e carne seca são incríveis. Meu pastéis preferidos também estão aqui, o mineirinho e delicioso pastel de angu. Tem também o quibe. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>