na prática: baunilha!

De novo resolvi vir aqui comentar um pouquinho mais sobre uma das dicas do último episódio do programa. Pra começar, uma dúvida que vi que surgiu muito: Onde comprar? É interessante que de um ano pra cá tem ficado bem fácil de achar. Quando voltei de Paris para BH só encontrava no Mercado Central, mas no últimos meses comecei a ver no Verdemar, Mart Plus e Super Nosso também. Pra quem é de fora, imagino que nas grandes cidades, em qualquer supermercado mais “gourmet” (detesto o uso indiscriminado dessa palavra mas não achei outra pra tentar explicar!), imagino que você vá encontrar.

baunilha_01

A baunilha nada mais é que um aroma. Sim, ela não deixa sabor nas coisas. Mas o aroma é tão gostoso que faz parte da experiência! Sabe quando você está gripado e diz que não está sentindo o gosto de nada? Na verdade você está sentindo o gosto de tudo, mas não sente o cheiro de nada. É que o olfato é importantíssimo quando a gente come. É por isso também que a gente não consegue nem comer aquele doce que está na geladeira que pegou o cheiro da macarronada que estava guardada sem tampar, sabe? Voltando ao assunto, você pode usar o aroma de baunilha que a gente encontra no supermercado. Aqueles eu já vi pra todo lado, até no interior. O ruim dele é que é artificial (e por isso, barato também). A baunilha foi descoberta no méxico, e hoje em dia quase toda a produção mundial se encontra na ilha de Madagascar e Indonésia. A baunilha é uma flor, sabiam? Uma orquídea, e são as sementinhas dela o que usamos nas receitas. É por isso que com a fava o doce ainda fica mais bonito: Ele fica todo cheio de pontinhos pretos! Amo sorvete de baunilha quando ele é feito com fava, fica parecendo um sorvete de flocos, todo cheio de pontinhos pretos. Além do aroma que faz toda a diferença na hora de comer. Os extratos de baunilha normalmente são mais caros e mais aromáticos por conterem baunilha mesmo neles.

Quando usar a fava, uma dica: após retirar todas as sementinhas, coloque ela dentro do seu pote de açúcar. Sério, fica maravilhoso. É ótimo pra usar no açucareiro que você for servir as visitas, por exemplo, ou mesmo pra quando for fazer algumas receitas. Tem horas vou pra cozinha e abro meu pote de açúcar só pra sentir o cheirinho tão gostoso!

Pra quem não consegue achar favas toda hora, e mesmo pra quem ama tem um extrato de baunilha maravilhoso sempre à mão, vai aqui minha receita de extrato de baunilha caseiro:

250 ml de vodca

3 favas de baunilha

Abra as favas de baunilha fazendo um corte com a ponta da faca, como mostrei no video de O Chef e a Chata, deixando uma pontinha conectando as duas partes. Coloque as 3 favas num pote de vidro e cubra com a vodca. Tampe e agite bem. Guarde num local fresco e livre de luz por 2 meses. De vez em quando passe por ali e dê uma agitada. Depois dos 2 meses está pronta pra usar, e dura anos, se você não for como eu que usa toda semana! Rende uma quantidade boa, normalmente as receitas pedem uma a duas colherinhas de chá. E sempre dá pra colocar mais uma fava ali e completar com mais vodca.

Se alguém tiver mais alguma dúvida ou quiser acrescentar alguma coisa, usem os comentários aqui em baixo! Sempre tem mais alguma coisa pra se dizer. Estão gostando dessa seção nova?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×
  • Ana Melo diz:

    Gui,
    Amei o post! Acordei pensando: tenho que perguntar onde ele encontra a fava aqui em BH. Abri meu e-mail e lá estava a resposta! Muito esclarecedor e completo. Gostei da receita do extrato. Parabéns! Obrigada.

    • gpoulain diz:

      ei Ana! obrigado! sobre a fava, no Mercado Central ela costuma ser mais barata (mesmo assim ainda é um ingrediente caro). por isso mesmo o legal de se fazer um extrato, assim acaba saindo mais barato. :)

  • Aline diz:

    Adorei.a sessao Gui! E vou fazer este.extrato caseiro, pois pagar mais de 30 reais num vidrinho de extrato narural da Bombay e para poucos! Bjos

    • gpoulain diz:

      que bom! esse extrato é incrível! ele fica caro de fazer também pois as favas não são baratas (aqui em BH pago 16 reais em 2 favas de baunilha no Mercado Central), mas a receita rende um vidro beeeeem maior que os que a gente compra, e é ainda mais gostoso.

  • Maria de Menicucci diz:

    Gui! Ontem fiz biscoito de aveia e na receita antiga usava-se essência de baunilha e eu resolvi substituir por essência de baunilha (apaixonei pelo cheiro!!!). Fiquei muito na dúvida sobre a proporção do ingrediente, pois notei que a essência é bem mais forte. Seria legal você explicar a matemática para acertarmos nas receitas em caso de substituição dos tipos de baunilhas. Estava com medo de colocar pouca baunilha ou muita baunilha nesta receita.

    Beijos!!

    • gpoulain diz:

      ei Maria! o aroma de baunilha desses comuns de achar no supermercado são todos mais fraquinhos, normalmente dá pra colocar um pouco mais para o aroma poder aparecer (quando eu digo um pouco mais é colocar umas 3 a 4 gotinhas a mais do que 1 colher de chá). no caso do extrato, mais forte, dá pra seguir as receitas a risca, elas não costumam pedir uma quantidade muito grande de baunilha. em todo o caso, vá a seu gosto, sem nunca colocar muito. pra mim 1 a 2 colheres de chá sempre bastam pra 1 bolo ou uma fornada de uns 30 biscoitos. ao utilizar a essência pode pingar umas gotinhas a mais. beijo!

      • Maria de Menicucci diz:

        A receita antiga pedia 4 colheres de chá de essência de baunilha. Acha que duas colheres de extrato dá? Ou fica muito? Me assustei quando vi que o vidrinho do extrato era de conta-gotas! A receita rende 23 biscoitos um pouco maiores que a palma da mão e são bem grossos para ficar macios. Estou modificando a receita para ficar mais saboroso e saudável!

        Beijos!

      • gpoulain diz:

        acho que 2 colheres dá sim! :)

  • Mayara Mainard diz:

    Gui!!! Amei a dica do extrato!!! Será que encontro a fava no mercadão de Sampa??? Estou louca pra testar!! Beijoss!

  • Mariana diz:

    essa seção tá top!
    a dúvida: vc usa vodka mais cara (tipo absolut) ou uma smirnoff na vida rola? faz diferença??
    beijo

  • Oi Gui, fiquei com uma dúvida! Para fazer o extrato, vc tira as sementinhas e coloca na vodka ou você coloca a fava inteira, porém aberta? Obrigada!

  • Talita M.V. diz:

    Adorei as dicas. Eu amo aroma de baunilha, de vez em quando eu abro o frasco só para cheirar e guardo de volta na geladeira. Gui, posso substituir a farinha do bolo por farinha integral? Nesse caso eu tb peneiro a farinha ou farinha integral não se peneira??

    • gpoulain diz:

      Talita, não recomendo substituir não. O bolo vai perder a fofura toda. Se quiser mesmo assim com farinha integral, substitua só metade dela! Nunca penerei farinha integral porque nunca fiz bolo com ela (só pão e macarrão, que não precisam peneirar), mas gosto de tudo bem homogêneo pra bolo, então pode tentar peneirar sim. Se ver que sobrou muita coisa na peneira, vire sem peneirar mesmo. Se você tentar vem cá me contar? É que nunca testei mesmo!

  • Letícia R. diz:

    Oi, Gui! Descobri seu blog há pouco tempo, pesquisando sobre favas de baunilha em BH, e estou amando. Adorei a seção! De tão obcecada com baunilha (e louca pra testar suas receitas rsrs), não resisti a uma loucura no Verdemar: comprei um vidrinho de extrato fabricado em Madagascar pela bagatela de 69 reais. Ui. Meu bolso tá doendo até agora!!!! Mas fiz o bolo e meu marido amou! Nunca tinha visto ele comer tanto bolo na vida! #consolo #menosmau :)

    Em que banca do Mercado Central você compra a fava?

    Grande abraço! Parabéns pelo trabalho incrível e o carinho com seus leitores.

  • nossa aprendi muito agora sobre a baunilha, achava que era um sabor artificial mesmo…mas pelo jeito e fava dela deve ser sensacional eo sabor muito mais aguçado! excelente post@

  • Elis diz:

    Gui, muito bom o post!

    Quando conheci meu namorado 3 anos atrás, antes do primeiro beijo, convidei ele para um café na minha casa e servi com meu açúcar com a fava de baunilha l. A hora que ele olhou o vidro fechado se assustou e disse que tinha um lagarto lá dentro!

    Virou coisa nossa, café com açúcar e lagarto!

    Todo mundo que vem aqui em casa ama <3

    Teu blog tá cada dia melhor, logo tu e a Lu vão estar no GNT!

    Bjs

  • debora diz:

    Gui, fiz o extrato e tenho uma duvida, qdo estiver acabando posso adicionar mais vodka no mesmo frasco.
    Obrigada
    Débora

  • deboramd2104 diz:

    Gui, fiz o extrato e tenho uma duvida, qdo estiver acabando posso ir colocando mais vodka no mesmo frasco? obrigada
    Débora
    adoro seus videos.

  • Oi, Gui. Eu tenho uma dúvida sobre a validade da fava. Explico: comprei uma fava no mercado há alguns meses (3 ou 4, mais ou menos). Mas acabei não usando na receita que pretendia. E guardei. Agora, estou com medo de usar e ter vencido a validade. Acha que ainda está bom ou melhor jogar fora? Obrigada.

  • Luana diz:

    Gui, tem que guardar o extrato de baunilha na geladeira?
    Ah e esse blog está cada vez melhor!!!
    Bjs

  • Erika diz:

    Oi. Apreciando fotos no Instagram encontrei você e me apaixonei!
    Quero seu livro!
    Parabéns e obrigada por compartilhar o que aprendeu. Você é generoso e poético!

  • Thamiris diz:

    Oi, tenho uma essência de baunilha comprada no supermercado com validade pra dezembro de 2016 ,porém está aberta a meses , há algum problema em usar msm já estando aberta a tempos?

  • Anna Clara Miranda e Moreira diz:

    Gui, como eu posso substituir a fava pelo extrato e vice-versa?

    • gpoulain gpoulain diz:

      olha, não dá exatamente pra ter um padrão porque em muitos casos as utilizações nas receitas são diferentes. por exemplo: num crème brûlée você vai tirar as sementinhas da fava e colocar no leite pra ferver no começo da receita. se for substituir por extrato de baunilha ele deve ser colocado no final da receita pra não evaporar tanto. em alguns casos dá pra colocar mais ou menos meia fava pra cada colher de chá de extrato.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>