bolo perfumado de laranja

bolo perfumado de laranja

Sabe aqueles bolos que inundam o ambiente com seu perfume? Geralmente os com mexerica ou laranja são assim. Ontem aproveitei o solzinho do inverno. Estava bem frio na casa da minha mãe e eu estava lendo um livro que tem laranja no título. Não deu outra. Resolvi que precisava fazer um bolo de laranja. Mas aí eu não estava na minha casa de sempre e não sabia bem o que encontrar pela despensa. Acabei descobrindo que só tinha umas 3 colheres de sopa de farinha de trigo em casa, mas encontrei farinha de amêndoas que eu havia levado umas semanas antes com vontade de fazer macarons. Vocês tem isso? De comprar um ingrediente pensando em fazer alguma coisa, acabam não conseguindo fazer e aquilo sobra na despensa? Eu infelizmente tenho isso às vezes. Fato é que acabei substituindo a farinha de trigo e com isso fiz um bolo sem glúten. Mas se quiser fazer ele de forma normal explico no texto. Mas ó, ele fica bem incrível assim.

boloperfumadolaranja_04

> massa

100 g (3/4 de xícara) de farinha de amêndoas

raspas de 2 laranjas

80 g (1/2 xícara) de açúcar

4 ovos

> calda

80 g (1/2 xícara) de açúcar

suco das 2 laranjas

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma. No meu caso eu usei manteiga e farinha de trigo, mas se você quiser fazer o bolo sem glúten e lactose, pode usar óleo + farinha de arroz ou amido de milho.

A minha ideia foi fazer uma base de pão de ló, já que eu não ia usar uma farinha de trigo e fermento (sim, não vai fermento). Então bati bem os ovos com o açúcar até crescer bastante e ficar bem claro. Dá pra ver o ponto que fica no vídeo do bolo fofinho de chocolate com café, se alguém tiver dúvida. Tem que bater bastante, pelo menos uns 10 minutos. Sei que é meio demoradinho mas vale a pena. Depois disso misture delicadamente a farinha de amêndoas e as raspas das duas laranjas. Eu prefiro quando acho laranjas com a casca mais laranjinha, a casca é menos azeda. Nunca rale a parte branca, só a colorida. Nessa hora de ralar já dá pra sentir todo o aroma da laranja, é uma delícia. Se você não encontrar farinha de amêndoas, você pode processá-las, só tomando cuidado para não processar demais, pois ela começa a virar uma pasta. Não tem problema ficar pedacinhos pequenos, eles ficam crocantes na massa do bolo. Aqui em Belo Horizonte eu encontro farinha de amêndoas no Verdemar e na Maria Chocolate, sempre ao lado de nozes, avelãs, amendoim…

boloperfumadolaranja_02

boloperfumadolaranja_03

Bom, depois de misturar tudo delicadamente é só colocar na forma e levar ao forno por mais ou menos 25 minutos. Usei uma forma de furo central de 22 cm de diâmetro, mas imagino que o bolo funcione bem numa forma pequena sem furo no meio também (uma de uns 18 cm de diâmetro). Não se assustem, o bolo não cresce. Mas ele já “cresceu” quando você bateu. E como não inserimos nenhum tipo de gordura (apesar da amêndoa ser gordurosa), isso não atrapalha nos ovos batidos, então o bolo fica bem fofinho. Se quiser fazer um bolo de laranja normal, pode usar 100 g de farinha de trigo (3/4 de xícara) no lugar das amêndoas, mas aí sugiro que coloque uma colher (chá) de fermento. Mas preciso dizer que amei a versão com amêndoas.

boloperfumadolaranja_05

Faça a calda: É só colocar tudo numa panelinha. E aí lá vem cheirinho bom de novo. Ligue o fogo, alto mesmo e deixe que evapore bem, pra que o açúcar derreta e ela engrosse um pouco. É uma calda ralinha sim, mas ela dá toda uma umedecida especial no bolo, já que ele é um bolo bem básico, quase um pão de ló, mas todo especial pelo gostinho de laranja e amêndoas. Vai por mim, combina bem com o quentinho do sol do inverno. =)

boloperfumadolaranja_06

 

cozinhar_ouvindo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×
  • Carol diz:

    Ola Gui! Quando seu livro sera’ publicado? Queria muito trazer pra ca, moro do outro lado do oceano. E em agosto próximo estarei em Belo Horizonte. Queria entao trazer esse “presente” comigo. 😉

    J’a deu agua na boca so’ de ler essa sua receita. Fiz outro dia um de fuba com laranja que ficou uma delicia – tambem leva um pouquinho de farinha de amendoas. Acho que essa combinação da’ um caldo bom ne’?! *adaptei de uma receita que vi na Dulce Delight :)

    • gpoulain gpoulain diz:

      ei Carol! precisei adiar o livro. entraram alguns fatores que por hora eu não posso comentar ainda, mas acho que vai ser pra melhor. então ainda nem vou dizer uma data de lançamento, sabe? mas assim que eu puder contar tudo eu virei dizer aqui no blog.

      sobre o bolo: essa combinação dá um caldo bom demais! um beijo!

      • Carol diz:

        Ah!… De toda forma, desejo-te sucesso em seus projetos.

        Vim so’ pra dizer que fiz o bolo hoje… que delicia!!! E depois de ficar na geladeira entao?!

        E sabe que gosto das suas receitas porque tenho a impressão de que você sugere na receita menos acucar do que em outras que vejo por ai… parte da minha experimentação e’ pra conseguir fazer os bolos gostosos, mas com menos acucar. Tento melaco, acucar mascavo, banana… Tenho uma menina de 2 anos (e um bebe de 6 meses) e como agora ela come doce de vez em quando, tento pelo menos fazer essas coisas de lembrança de infância, mas que seja um bom alimento – nao so’ indulgencia açucarada. :)

        Muito obrigada por compartilhar suas invenções!

        • gpoulain gpoulain diz:

          oi Carol! que bom que gostou da receita! eu também adorei mas não sobrou pra ir pra geladeira!
          eu não gosto de doces muito doces, então querendo ou não minhas receitas refletem isso né? também não adoço café e nem sucos (salvo alguns muito azedos com limão) e sempre que dá eu adoro fazer coisas com açúcar mascavo também. fico feliz que tenha gente criando uma nova geração com menos açúcar! acho que é um bom passo pra uma vida melhor e mais saudável. já falei aqui muitas vezes que pra mim vida saudável não é cheia de dietas e sim tentando usar menos coisas industrializadas e tendo equilíbrio na alimentação. um grande abraço pra você!

        • Alice diz:

          Oi! Tamaras (bom hidratar pelo menos 1h) e ameixas são ótimos adoçantes. =D
          Beijo

  • Alice diz:

    Acho que esse bolo vai ser meu bolo de aniversário (setembro). Farinha de amêndoas e laranja, impossível não ficar bom!

  • Roberta Henriques diz:

    Olá!
    Dá pra fazer com farinha de arroz?

    • gpoulain gpoulain diz:

      não vai ficar muito gostoso não, porque o que deixa esse bolo incrível é a amêndoa e não a laranja, mas dá pra fazer sim.

  • kamila diz:

    Gui, você fala que pode misturar a farinha de triga além da farinha de amêndoa.
    Mantêm a quantidade de 3/4 de xícara para as duas farinhas?

  • Mariana diz:

    Gui, dá pra substituir o açúcar por sucralose?

    • gpoulain gpoulain diz:

      ei Mariana! nesse bolo eu não recomendo. é um bolo muito frágil, ele é fácil de murchar ou embatumar por não ter muita estrutura, sabe? e o açúcar é importante nisso.

  • Gustavo Lucas diz:

    Olá Gui!
    Será que ele fica legal também com farinha de castanha do Pará?

  • Silvana diz:

    Oi Gui, tudo bem?
    Eu fiz esse bolo hoje, mas não deu certo :(
    Usei uma forma menor que a sua só que um pouco mais alta, ficou uma massa bem líquida e depois de assado ele meio que “rachou’, sabe como?
    Parece que a farinha subiu toda… (eu processei as amendôas como vc sugeriu e deixei pedacinhos).
    Desconfio que foi o açucar… eu tenho um copo medidor, mas talvez ele esteja errado.
    Suas receitas são incríveis, testei o coq au vin e ficou delicioso 😀
    Abraços :)

    • gpoulain gpoulain diz:

      ei Silvana!
      esse bolo é bem delicado e já vi casos de ter acontecido algum problema como o seu mesmo. pode ser o açúcar como pode ser o forno, a forma. geralmente ele não fica tão liquido assim pra subir a farinha toda. :(
      espero que saia melhor numa próxima! e adoro o coq au vin! um abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>