au bon vivant

au bon vivant

Sinto falta da França com alguma frequência. Um lugar em BH que me faz sentir num pedacinho de lá é o Au Bon Vivant. A entrada em madeira com painéis de vidro, as mesinhas pequenas com pé de ferro na parte de fora, o chão com um padrão bonito e muitos detalhes que você vê nos restaurantes clássicos franceses. Gosto dos detalhes: nas mesas os moedores de pimenta e sal em madeira, a jarra de água, de graça. São coisas que me fazem sorrir e me enchem de lembranças boas.

aubonvivant03

O restaurante aqui é um francês sem frescuras. E nem por isso não deixa de prezar por coisas que os franceses tanto fazem questão: A qualidade da comida e do vinho. É dos poucos lugares que vejo vender vinho em taça. Bons vinhos a preços justos. Existe também a opção pichet (500ml) e garrafas.

Recentemente fui convidado pra um almoço especial lá. Os produtores de vinho Beaujolais vieram apresentar seus vinhos aqui. Levei um susto ao chegar no lugar e só ver sommeliers por lá. Eu e uma jornalista do Estado de Minas éramos os convidados como imprensa. Amo vinho mas não sou entendedor, então era interessante ouvir as pessoas falando dos aromas que sentiam nos vinhos e até duas garrafas que foram abertas e eles consideraram que não estavam boas pra consumo (uma eu senti pelo aroma que o vinho não estava bom, a outra eu bebi e não entendi o que estava errado). Mais que isso foi um evento interessante pra ver como uma pequena região consegue produzir variedades tão distintas e gostosas de vinho. Falamos tanto em Bordeaux aqui no Brasil, mas gosto muito dos Beaujolais.

aubonvivant02

aubonvivant04

Nesse evento tive a oportunidade de conversar com o Philippe, o francês dono de lá (casado com uma brasileira, a Silvana, a chef!), e foi gostoso observar a paixão que ele e a esposa tem pela cozinha. A comida do Au Bon Vivant é clássica: é um bistrô com influência da região do Beaujolais, mas que você vai encontrar todos aqueles pratos clássicos franceses. O que posso dizer aqui é que acho a comida de lá muito mais gostosa e bem feita do que muitos restaurantes que fui na França. Gosto do cuidado com os ingredientes, do preparo feito na hora mantendo tudo o mais fresco possível, que resulta numa demora dos pratos – eles até sugerem que você peça a entrada e prato juntos pra que eles saiam num bom ritmo da cozinha. Algo que também quase não vejo no Brasil: café gourmand. Pra quem não quer uma sobremesa grande, é perfeito: um espresso e mini docinhos franceses (quando comi tinha financiers, canelés e mais um outro docinho que não reconheci). É realmente um lugar onde vou pra lembrar de coisas boas. E me fartar de comida muito bem feita. O Au Bon Vivant fica na Rua Pium-í, 229, no Cruzeiro. O cardápio e preços estão todos no site do restaurante.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>